quarta-feira, 29 de abril de 2015

Exposição de risco a amianto (III/IV) - Que equipamentos de protecção utilizar?


No que diz respeito aos equipamentos de protecção individual (EPI), penso que será melhor verificarmos então quais deveremos procurar para fornecer aos trabalhadores.

Filtros classe P1 – pouco eficazes – penetração até 20%
Filtros classe P2 – eficácia média – penetração até 6%
Filtros classe P3 – eficácia alta – penetração até 0,05%

Não esquecer que para além da eficácia da máscara, temos a questão de também limitar a penetração nas junções entre a pele e a máscara, pelo que a forma da mesma é importante, bem como se o trabalhador tem ou não barba.


Assim, temos as máscaras com filtro classe P3, podendo ser descartáveis ou não.


Também se poderá utilizar máscara completas e até mesmo com dispositivos de respiração autónoma.


A protecção do corpo
É aconselhável equipamento descartável, de tipo 5: roupa de protecção resistente à penetração de partículas sólidas em suspensão no ar tendo em conta a norma  EN ISO 13982-1.



Outros equipamentos:

O princípio base de protecção é de diminuir a difusão das poeiras pelo que podemos utilizar:
- Produto surfactante que limite a suspensão das partículas no ar, podemos pensar em água, mas devemos ter em conta que quando a mesma evapora, já não faz efeito.
- Aspiração na origem, ter em atenção ao tipo de filtro utilizado;
- Equipamentos de rotação lenta;
- Operação manual sempre que possível.

E que mais equipamentos de protecção vocês já utilizaram para proteger o trabalhador relativamente a este risco?

Até à próxima!
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...